Começa hoje (7) Campanha de Vacinação contra o Sarampo para crianças em Rio Grande da Serra

Começa hoje (7) Campanha de Vacinação contra o Sarampo para crianças em Rio Grande da Serra
Campanha para jovens e adultos será em 18 de novembro
As UBS de Rio Grande da Serra iniciam nesta segunda-feira (7) a campanha de vacinação contra o sarampo para alcançar crianças ainda não imunizadas contra a doença. A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba.
Até o dia 25 de outubro, as doses estarão disponíveis para crianças a partir de seis meses e com menos de cinco anos (até 4 anos, 11 meses e 29 dias) . No sábado (19/10), haverá o “Dia D”, quando todas as UBS estarão abertas das 8h às 17h para facilitar o acesso dos pais e responsáveis.
O público-alvo da campanha deve ser levado aos postos de saúde, preferencialmente com a carteirinha de vacinação, para que um profissional verifique a necessidade de aplicação da dose.
Vacinação para jovens e adultos começa no dia 18 de novembro
A campanha também terá uma segunda fase. Será focada em jovens de 20 a 29 anos e acontecerá entre os dias 18 e 30 de novembro, quando acontecerá outro “Dia D”. Esse grupo poderá receber a dose da tríplice ou da dupla viral (sarampo e rubéola), conforme a indicação do profissional de saúde.
Ações de bloqueio serão realizadas diante da notificação de casos da doença.
Contraindicações
São consideradas pessoas com condição de risco os portadores de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e imunodeprimidos, que podem ficar mais vulneráveis à infecção e evolução com maior gravidade.
Crianças menores de 6 meses.
Anafilaxia à dose anterior da vacina.
Gestantes não devem ser vacinadas. Recomenda-se evitar gravidez até 30 dias da aplicação da vacina.
Não pode ser administrada simultaneamente com vacina da Febre Amarela, mantendo intervalos de 30 dias entre as aplicações. A prioridade é a vacina contra o Sarampo.
Pessoas em uso de corticosteroides, em doses imunossupressoras devem ser vacinadas com intervalos de pelo menos um mês após a suspensão da medicação.
Pessoas em uso de quimioterapia antineoplástica só devem ser vacinadas três meses após a suspensão do tratamento.
Para transplantados de medula óssea recomenda-se vacinar com intervalo de 12 a 24 meses após o transplante.
Pessoas nascidas antes de 1960, na sua maioria, já tiveram a doença na infância e possuem imunidade (proteção) por toda a vida, não necessitando ser vacinadas, conforme diretriz do Ministério da Saúde.
O Programa Estadual de Imunização prevê que crianças e adultos, com idade entre um ano a 29 anos, devem ter duas doses da vacina contra o sarampo no calendário. Acima desta faixa, até 59 anos, é preciso ter uma dose.
Não há indicação para pessoas com mais de 60 anos, pois esse público potencialmente teve contato com o vírus, no passado.

Av. Dom Pedro I, 10 - Centro, Rio Grande da Serra - SP, 09450-000